domingo, 25 de janeiro de 2009

The Phantom of the Opera Visto por Efigênia Coutinho

The Phantom of the Opera Visto por Efigênia Coutinho



Foi um dos maiores momentos que tive em NY
Assistir essa peça The Phantom of the Opera Broadway,
é algo indescritivelmente fantástico.

obs: se clicar em cima das fotos pode ver ao tamanho original


Entrada doThe Phantom of the Opera


Efigênia e seu filho Moacyr Mallemont


Efigênia The Phantom of the Opera


Efigenia na poltrona do The Phantom of the Opera



Vista do palco, observe a orquestra abaixo do palco


Este Candelabro sai aindando até ao meio do palco e sobe

Inicio da grande peça The Phantom of the Opera



Clique acima

8 comentários:

Deusa Odoyá disse...

Olá minha nova amiga!
Passei para conhecer seu espaço, e vejo que linda viagem fizestes.
Voltarei mais vezes.
Uma semana com muita paz e amor.
Fique na doce paz.

sua nova amiga.
Regina Coeli.

Te aguardo em meu cantinho.

Romério Rômulo disse...

poeta:
registro a minha passagem aqui.
um grande abraço.
romério
http://romerioromulo.wordpress.com

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

LISBOA = PORTUGAL

Olá Efigénia!

Antes do mais, também vi o Fantasma da Ópera, em Nova Iorque, em Londres e aqui em Lisboa. Gostei bué da (bué da, aprendi com os meus netos e quer dizer muito...)

Aterrei aqui de para quedas – e gostei. Bom blogue, sim senhores, o teu. Interessante, bem arrumado, bem escrito. Se quiseres saber quem eu sou, visita o meu blogue, sff. Tudo o que lá está a meu respeito é a pu…ra verdadíssima. Hahahaha!

A sério: sou jornalista, por exemplo fui Chefe da Redacção do mais importante jornal portuga, o Diário de Notícias. E desde o ano passado, dizem… que sou escritor. Publiquei o «Morte na Picada», livro de contos sobre a guerra colonial em Angola (1966/68) em que, infelizmente participei. Maluqueiras dum «ancião» de 67 primaveras…

Entretanto, se quiseres, atenta cuidadosamente no que está a… seguir. Obrigadérrimo

SEGUIDORE(A)S PRECISAM-SE

Inscreve-te como seguidor(a) do meu blogue – e serás muito feliz. Não pagas nada. Nem taxa de inscrição nem quaisquer quotas. Muito menos IRS ou IMI. Tens a tua (belíssima) foto e o teu blogue ali anunciado. Fazes novo(a)s Amigo(a)s. E passas a receber mensagens de muita gente e de muitos Países. E eu entrarei no Guiness das Listas de Seguidores. É tudo benefício. E… sem truques. Bué da fixe!!!!! Verás que não te arrependes… Eu paguei-te já na mesmíssima moeda, juro pela minha virgindade (1941/09/20).

O meu blogue:
www.aminhatravessadoferreira.blogspot.com

O meu imeile ou imilio (primorosas criações cá do rapaz):
hantferreira@gmail.com
Espero por ti

Podes escrever em Português, Español, English, Français ou Italiano, keu falo e escrevo. E até uns bitaites de Deutsch que compreendo bem e escrevo umas coisas, bem como umas pouquíssimas frases de Roman.

ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃO:

Se alguém dentre os destinatários já foi convidado ou se já se inscreveu, mil perdões. E todos os que costumam visitar este teu blogue também o podem (e devem…) fazer. Ahahahah

++++++++++++++++

Este é um texto tipo. Com algumas alterações, obviamente. De outra forma, não conseguiria chegar a todos. Peço-vos que compreendam e me desculpem. Não tenho (ainda) o dom da ubiquidade…

Qjs ou Abs – conforme a/o destinatária/o

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Quero um bosque de eucaliptos
Perfumando a brisa
Forrando tudo com folhagem macia
Um pomar e um riacho
Uma rede estendida
Para poder,
Ao sussurro das árvores,
Ao canto das águas,
Com o aroma da natureza,
Escrever um poema de amor!

(autor desconhecido)

Obrigado pela visita...
Abraços

manzas disse...

Olá Efigênia Coutinho!

Passei para lhe agradecer o seu belo comentário e pela visita ao meu blogue…
Gostei de ver essa sua ida a NY, deve de ter sido fantástico...

O eterno abraço…

Sylvia Narriman disse...

Querida amiga Efigênia, obrigada pelas palavras carinhosas. Você está deslumbrante, irradiando vida e alegria. É bom saber que está bem, que está feliz. Parabéns pelo trabalho, que só engrandece o nosso país. Na verdade, não se vêem ações do Ministério da Cultura. Por sinal, onde anda esse povo? Grande beijo.

Sylvia Narriman
www.estaçoesdavida.blogspot.com
www.passagensemarcas.blogspot.com

eugenio disse...

Nao imaginaria Gaston Leroux ao escrever o original Le Fantome de L'opera, em 1910, que o seu trabalho viria a ter o exito que veio a alcancar no cinema e nos teatros de todo o mundo.
É verdade, Efigenia, viste a peca onde ela alcancou o maior exito; exactamente em Nova York, através da adaptacao de L. Weber. Quanto á magnifica postagem que recebi, com o video-sintese, acompanhada de um soneto de eleicao, quero agredecer-te o conjunto, que me deliciou.
Abraco afectuoso do Eugénio de Sá

Lista Telefonica disse...

:)